Saturday, August 05, 2006

des-URBANISMO

descomeço
desencantamento acirrado
no descompasso rápido
começo
tudo de uma só vez
na calçada o mormaço
vindo do esgoto sanitário
metropole descortês
tudo virado ao avesso
25 tarefas em 24 horas
cegueira à miséria
descomeço
janelas fechadas
crianças invisiveis, favela
des-

2 Comments:

Blogger Peri said...

Gostei principalmente dos dois últimos versos... Gosto de ouvir o que as pessoas ignoram, até aqueles que ignoram meterem uma bala em sua cabeça ehehehehe!

Continue assim, cara!

7:07 AM  
Blogger André said...

Rapaz...

muito legal o que vc escreve.

tem um quê narrativo. to viajando??

abraços.

10:30 PM  

Post a Comment

<< Home